Edmaq - Máquinas e Equipamentos

Ir para o menu

Ir para o conteúdo

Edmaq - Máquinas e Equipamentos

Conteúdo

Notícias

Cadela salva dono que caiu numa ribanceira ao fugir de assalto no Rio

29/08/2012

Músico de 66 anos foi achado ferido 5 horas depois graças ao animal.

Bicho de estimação ficou o tempo todo próximo dele; resgate levou 2 horas.

Um simples passeio com a cadela virou um pesadelo para o músico Sidnei Waismann, de 66 anos. O homem foi abordado por dois assaltantes e para fugir do ataque acabou se jogando em uma ribanceira em Santa Teresa, no Centro do Rio. Sidnei só foi encontrado cinco horas depois, na tarde de terça-feira (28), com a ajuda dos bombeiros e do animal de estimação que permaneceu o tempo todo por perto do seu dono, como mostrou o Bom Dia Rio.

Os bombeiros vasculharam a mata fechada. As buscas começaram quando já estava escuro. Com técnicas de rapel, eles usaram lanternas e cordas para chegar até o músico. Depois de duas horas de resgate, Sidnei saiu carregado na maca com várias escoriações e foi levado direto para o Hospital Sousa Aguiar, no Centro.

De acordo com testemunhas, dois homens abordaram Sidnei Waismann para roubá-lo. Ele tentou fugir pela mata, mas foi seguido e espancado.

“Acho que foi assalto. Pelo o que ele já falou, os dois homens queriam roubar o celular. ”, disse a empregada da irmã de Sidnei, Lucilene Guidini.

Os parentes contaram que Sidnei tinha saído no fim da manhã de terça-feira para passear com a cadela Nina e não voltou. Depois de cinco horas sem dar notícias, eles estranharam a demora e passaram a procurá-lo no bairro. Próximo ao local do desaperecimento, a família encontrou a pastor alemã.

“Estava meio inseguro porque não sabia para onde o meu pai tinha ido, a direção que tinha tomado e passei a gritar pela Nina, a nossa cachorra. Ela parece atrás de mim e me levou até o local. Meu pai é um cara bem calmo. Ele já estava achando que iria dormir ali, mas ficou aliviado quando me viu”, revelouu o filho do músico, Cauã.

Segundo Paulo Sehn, caseiro da irmã do músico, a salvação foi o sinal da cadela Nina, que também ajudou nas buscas e depois que Sidnei foi resgatado.

Os suspeitos ainda não foram presos. O caso foi registrado na delegacia de Santa Teresa, mas a vítima ainda não prestou depoimento. A polícia ainda não sabe o músico teve algum pertence roubado. Ele foi transferido durante a madrugada para um hospital particular. Segundo parentes, Sidnei sofreu vários ferimentos e o estado dele é estável.

Fonte: g1.globo.com

Mais notícias